NOSSA GALERIA


                                                                   

Número de pessoas atingidas pelas chuvas em Alagoas passa de 39 mil, diz boletim

Número de pessoas atingidas pelas chuvas em Alagoas passa de 39 mil, diz boletim

Adolescente de 13 anos, localizado nesta quinta-feira (1º), no rio Mundaú, é a oitava vítima fatal das chuvas que caíram na última semana
Agência Alagoas
O total de pessoas afetadas em todo o Estado passou dos 39 mil (Foto: Neno Canuto / Agência Alagoas)O total de pessoas afetadas em todo o Estado passou dos 39 mil (Foto: Neno Canuto / Agência Alagoas)

O número de pessoas desalojadas e desabrigadas em decorrência das chuvas que caíram em Alagoas na última semana já passa de 39 mil, de acordo com o boletim divulgado no início da tarde desta quinta-feira (1º), pelo Corpo de Bombeiros e pela Coordenação Estadual da Defesa Civil. Em relação aos dados divulgados na quarta-feira (31), o total de pessoas afetadas, que era de 24.227, passou para 39.150, um aumento de 14.923 pessoas.

(Foto: Neno Canuto / Agência Alagoas)

Segundo os dados mais recentes, 31 cidades alagoanas foram atingidas pelas chuvas. O número de desabrigados passou de 7.883 para 11.625 e os desalojados aumentaram de 16.344 para 27.525.

De acordo com o governador Renan Filho, o aumento de desabrigados e desalojados é resultado do trabalho das equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros. “Esses dados estão sendo consolidados à medida que as equipes vão chegando aos municípios e conhecendo a realidade de cada local. A nossa expectativa é de que esses os número comecem a se estabilizar a partir da atuação das equipes”, explicou o governador.

(Foto: Neno Canuto / Agência Alagoas)

Oitava vítima

Nesta quinta-feira (1º), a oitava vítima fatal foi localizada no rio Mundaú, por moradores do município de Satuba. O adolescente, de 13 anos, estava desaparecido desde domingo (28), quando o volume de chuva na região elevou os níveis dos rios Mundaú, Paraíba e Jacuípe.

O adolescente é a primeira vítima de afogamento decorrente das chuvas em Alagoas, e a primeira no interior do Estado. As demais vítimas morreram em decorrência de deslizamentos ocorridos em Maceió, sendo cinco no incidente da grota do Santo Amaro, uma no alto da Boa Vista e uma na Grota do Pau D’Arco.

Uma pessoa continua desaparecida na grota do Santo Amaro. As buscas, que haviam sido prejudicadas por causa do mau tempo, foram retomadas nesta quinta, mesmo com a instabilidade verificada no solo da área de deslizamento.

Até o momento, 27 municípios tiveram sua situação de emergência decretada: Maceió, Marechal Deodoro, Atalaia, Barra de Santo Antônio, Cajueiro, Capela, Chã Preta, Colônia Leopoldina, Coruripe, Coqueiro Seco, Igreja Nova, Japaratinga, Joaquim Gomes, Murici, Paulo Jacinto, Paripueira, Pilar, Quebrangulo, Rio Largo, Satuba, São Luís do Quitunde, São Miguel dos Campos, Santa Luzia do Norte, Jacuípe, Jundiá, Viçosa e União dos Palmares.